Por:

Dicas de Ecoturismo e esportes radicais em Pirenópolis.

Definições de Ecoturismo e entendendo as diversas atividades turísticas que consistem na relação sustentável com a natureza.

Parque dos Pirineus em Pirenópolis
Parque dos Pirineus
Por: Haissam Massouh Photography

O ecoturismo é caracterizado pela interação entre o homem e a natureza. O ecoturismo pode ser entendido como atividades turísticas baseadas na relação sustentável com a natureza, comprometidas com a conservação e a educação ambiental. Sendo composto por três conceitos fundamentais: educação, conservação e sustentabilidade. O Ministério do Meio Ambiente define o turismo ecológico como:

“segmento da atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista por meio da interpretação do ambiente, promovendo o bem-estar das populações.”

Sustentabilidade e Educação Ambiental como estratégia para atrair turistas

O turismo “ambiental”, utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentivando sua conservação e busca à formação de uma consciência mais voltada às questões ambientais, através da interpretação do ambiente. O ecoturismo pode ser compreendido como atividades turísticas baseadas na relação sustentável com a natureza, comprometidas com a conservação e educação ambiental. Além do envolvimento com o meio ambiente, o turismo ecológico engloba uma série de atividades que o turista poderá praticar para melhor interagir com a região visitada.

Os destinos turísticos voltados para o ecoturismo representa o ramo da indústria do turismo que mais cresce

O ecoturismo cresce a taxas de 15 a 25% por ano, enquanto o turismo comum cresce 7,5% ao ano. Segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT), 10% dos turistas em todo o mundo buscam o turismo ecológico. O faturamento anual do ecoturismo, a nível mundial, é estimado em US$ 260 bilhões, do qual o Brasil se apropriaria com cerca de US$ 70 milhões.

O turismo é o setor que apresenta a melhor expansão no mercado. De acordo com a OMT, a atividade foi considerada o maior negócio do mundo, responsável por 10% do PIB mundial. A cada dez empregos gerados, um é na atividade turística (OMT, 2006).

Graças às riquezas naturais do Brasil, o ecoturismo vem crescendo cada vez mais e trazendo turistas de todo o mundo, para comtemplar a natureza e praticar esportes radicais.

Foto Rio das Almas em Pirenópolis GO
Rio das Almas Por: Lucas Rodrigues Alves da Silva

Principais esportes radicais praticados em Pirenópolis

1 – Caminhada e montanhismo

Com uma região privilegiada geograficamente, a cidade é cercada por serras e morros. Essas características proporcionam aos turistas diversas opções de caminhadas e montanhismo (hiking), com trilhas pra iniciantes e para os mais experientes.

Em suas visitas a Pirenópolis, não deixe de praticar: Trilha do Bandeirante, Cachoeira dos Dragões, Cidade de Pedra, Parque dos Pirineus e Cidade de Pedra.

2 – Rafting

Na época mais chuvosa do ano (entre dezembro e março),  o Rio Corumbá fica bastante agitado. Isso é um prato cheio para a descida do rio com bote inflável. Dura cerca de 3 horas e são 12km de descida.

Ecoturismo em Pirenópolis - Descida de Rafting bote pelo rio Corumbá Foto esporte radical

3 – Mountain Biking – Ciclismo de montanha

O relevo bastante acidentado, cheio de campos e serras, colocam Pirenópolis na mira dos amantes deste esporte. É importante observar quais os tipos de bicicletas são mais apropriadas para esta prática esportiva e que são adaptadas ao porte físico (altura e peso) do praticante. Programe o seu roteiro para terminar com um refrescante banho de cachoeira. 🙂

4 – Rapel – Cachoeirismo ou a descida de árvores ou paredões

Os praticantes do rapel exploram Pirenópolis principalmente pra descida em 2 formas: pelas cachoeiras ou pelos paredões dos diversos morros que compõe os Pirineus. Vale lembrar que a prática deve ser sempre feita checando todos itens de segurança e acompanhado de um guia experiente. Exige também um preparo físico mediano.

Como se preparar fisicamente para o turismo de aventura

Antes de qualquer viagem, o planejamento é fundamental, quer sua aventura seja um trekking ou um acampamento com os amigos no final de semana, por este motivo, é importante verificar se está apto fisicamente para o passeio. Tente iniciar a prática regular de atividades físicas com antecedência, sempre acompanhados por um educador físico. Assim, você certamente suportará os desafios que podem surgir durante a prática e aproveitará tudo que o turismo de aventura vai  proporcionar.

Reserve um espaço na sua bagagem pra levar boas histórias de Pirenópolis e respeite – e respire – a natureza.


Veja também:

6º PIRICICLOTUR – PASSEIO CICLOTURÍSTICO DE PIRENÓPOLIS 2017 – PROGRAMAÇÃO E INFORMAÇÕES

8 cachoeiras de Pirenópolis que você precisa conhecer

Tags: Camping Ecotusismo Natureza