Por:

13 dicas para você viajar barato – tem pitacos também pra quem quer vir pra Pirenópolis com pouca grana

Viajar barato pode ser mais fácil do que você imagina. Basta pesquisar bem sobre o destino e fazer escolhas inteligentes. Preparamos algumas dicas pra você aproveitar!

1- Pesquise por lugares baratos pra viajar

O seu destino depende muito de quanto você pretende investir. Se o objetivo é viajar barato, comece escolhendo um destino realmente econômico. Pirenópolis é uma região relativamente barata, principalmente suas acomodações. Lá você pode trocar o hotel por camping ou pousadas mais baratas. Outra opção é procurar casas de temporadas, aquelas com cozinha que vai te ajudar a economizar na alimentação também. Você precisa pesquisar muito para escolher o destino mais barato. O site quanto custa viajar pode te ajudar. Nele é possível comparar o custo médio entre destinos levando em consideração passagem, transporte, hospedagem, alimentação e entretenimento.

Centro histórico de Pirenópolis Por: Lorena Hederias
Centro histórico de Pirenópolis
Por: Lorena Hederias

2 – Milhas, use-as!

Utilize milhas para pagar suas passagens, assim você não paga praticamente nada.

3 – Escolha datas mais flexíveis para viajar barato

Se você pretende viajar de avião saiba que datas flexíveis aumentam as chances de conseguir um melhor preço de passagem. O site skyscanner ajuda bastante a pesquisar tais datas. Nele é possível pesquisar os preços por períodos e, às vezes, um dia antes ou depois pode resultar em uma boa economia.

4 – Para viajar barato pelo mundo, evite levar muita bagagem

viajar pirenópolis barato viajar barato

Se você pretende fazer uma viagem mais longa e com mais de um destino, essa dica é bem importante. Muitos países (infelizmente isto não inclui o Brasil) tem companhias de baixo custo (low cost / low fare), que eliminam os custos extras para poder oferecer melhores tarifas aos passageiros. Um destes itens é a bagagem de mão e a despachada. Geralmente cada indivíduo tem direito a carregar uma única mala de mão com tamanho e peso definido. Algumas companhias incluem também uma bagagem despachada de 7kg a 15kg. Fique de olho pois não pode passar nem um pouquinho e o valor para excesso de bagagem são altos.

5 – Passe mais tempo em cada lugar

Se deslocar de um lugar para o outro pode gerar muitos gastos, mas se você passar mais tempo pela cidade você pode conhece-la melhor e saber os lugares mais baratos para passear, se alimentar e até mesmo para hospedar. Além disso, você pode conhecer novas pessoas e estreitar relações.

6 – Pesquise sobre documentação e burocracia

Os custos de documentos podem ser bem salgados e atrapalhar os planos de viagem. O passaporte brasileiro abre muitas portas sem a necessidade de visto, mas quando não há outra opção é preciso buscar a alternativa mais barata de consegui-lo. A dica é conseguir o visto em uma embaixada do que pela internet.

7 – Viajar de ônibus, van e trens pode ser mais barato, então considere alternativas terrestre de transporte

De fato, o avião é a opção mais rápida mas não é tão barata quanto viajar de ônibus ou carro. É claro que se você pretende viajar para fora do país, avião é a principal opção, mas quando você já está no exterior e quiser conhecer outras cidades e estados, considere se deslocar com a ajuda de trens, vans e, claro, ônibus.

8 – Pesquise como qual a melhor forma de chegar ao hotel/pousada e locais de passeio

Quando você chega em uma cidade tudo é novidade, então é importante pesquisar horários e os melhores meios de transporte, isto é, se você chegar de ônibus, carona ou avião.

Em Pirenópolis, você pode agendar com antecedência, veja algumas opções:

Taxista Proprietário:  Edson Paranhos

Rua do Bonfim n°26 – Sala 06 – Centro Histórico (Prox. a Ponte de Pedra)

Motorista Profissional.

Automóvel de primeira, completo para até 06 (seis) passageiros não fumantes.

Serviços e Preços especiais para os Aeroportos de Brasilia e Goiania 24 horas.

Agendamento:

Central de Reservas

Tel: (62) 3331.3323 / 3331.3041 (Horario Comercial)

Passeios Off Road: Edson Paranhos

Rua do Bonfim n°26 – Sala 06 – Centro Histórico (Prox. a Ponte de Pedra)

Motorista Profissional.

Land Rover 4×4 Off Road, completo para até 06 (seis) passageiros não fumantes.

Serviços: Passeios off road para cachoeiras e regiões montanhosas.

Agendamento:

Central de Reservas

Tel: (62) 3331.3323 / 3331.3041 (Horário Comercial)

Transfers: Aeroporto Internacional de Brasília (BSB) (Presidente Juscelino Kubitschek) e Aeroporto Santa Genoveva de Goiania (GYN) com serviços 24h

Conheça os atrativos de Pirenópolis com conforto e segurança!

Reserva dos Abade por: @amor.in.foco

Transporte para Cachoeiras, Parque dos Pireneus, Três Picos, Centro Histórico entre outros a bordo de uma estilosa Kombi!

Oferecemos seguro “aventura” incluso no valor do transporte.

Transporte individual ou grupos (capacidade até oito passageiros), preço justo com qualidade de atendimento!

Agendamento: (62) 9962 -6559 TIM / 9401-8271 CLARO / 9950-3364 VIVO

 9 – Troque restaurantes e fast food por comida de rua

Esqueça um pouquinho dos fast foods e se abra a novas experiências culinárias. Experimente as comidinhas de rua, inclusive aquelas típicas do local que você está visitando. Além de descobrir novos sabores, comidas diferentes fazem parte da cultura e geralmente, são mais baratas.

10 – Corte a bebida das refeições

Troque o refrigerante por água mineral, além de ser mais saudável, você vai economizar muito e vai fazer diferença no final da viagem.

11 – Busque alternativas de hospedagem pagando pouco

A hospedagem é um dos itens mais importante e que mais influencia no orçamento. Hostels, albergues e guest houses costumam ter preços inferiores aos hotéis, mas é importante pesquisar todas as opções antes de reservar, pois às vezes você pode se surpreender. Com o Airbnb você pode encontrar algumas opções de quartos e casas completas para alugar. É uma opção que vem chamando muita atenção dos viajantes de plantão que querem viajar barato.

12 – Leve dinheiro em espécie

Esse toque vale pra qualquer cidade de pequeno porte. Pegando o exemplo de Pirenópolis, é importante levar um pouco de dinheiro em espécie. Apesar de grande parte parte dos bares, restaurantes e pousadas passarem cartão, algumas atividades como cachoeiras e esportes radicais, aceitam apenas dinheiro em espécie.

13 – Anote todos os gastos!

Anotar tudo o que você gastou no dia ajuda a ter noção dos gastos no final da viagem, assim, fica muito mais fácil programar a próxima aventura.


Veja também:

8 cachoeiras de Pirenópolis que você precisa conhecer