Por:

Conheça Pirenópolis pelos olhos da @ViajaCarol em um roteiro de 3 dias em Piri

Carol é daquelas viajantes viciadas que sempre que pinta uma oportunidade, não pensa duas vezes em pegar estrada. E Pirenópolis foi o último destino dessa goianiense. Confira o roteiro e as dicas pra curtir Pirenópolis em família.

Acompanhe a Carol em @viajacarol


Minha mãe e eu escolhemos Pirenópolis para passar o final de semana. Saímos de Goiânia as 08:30 e as 10:30 já estávamos na estrada da Cachoeira que escolhemos para visitar na sexta, a Cachoeira do Abade.

Cachoeira do Abade e Rua do Lazer

Cachoeira abade Pirenópolis mirante

A estrada é de terra e não tão ruim assim. No caminho fomos parando para pegar os cajuzinhos do mato que enfeitavam o lindo cerrado.

Pagamos 40,00 reais para entrar, a trilha é toda “pavimentada” com pedras de Pirenópolis, e bem curta. 

Com alguns minutos de caminhada leve, já estávamos na famosa Cachoeira do Abade. Tem uma queda linda, uma praia e claro, água gelada. 

Nos refrescamos nela por algumas horas. Na volta, entramos em outra parte da trilha, que dá acesso a uma ponte de madeira que cruza parte do vale e te leva a outra trilha, que não fomos.

Já estávamos com fome e voltamos para a cidade onde almoçamos em um restaurante debaixo da sombra de uma árvore.

Fomos para o hotel tirar um cochilo e descansar para a noite.

Nos arrumamos e seguimos para a Rua do Lazer, escolhemos um bar e nos deliciamos com a culinária goiana, e cerveja bem gelada.

O que não sabíamos era que naqueles dias estava acontecendo o Canto da Primavera, um evento de música, e o palco estava montado ao lado dessa rua. Curtimos o show do percussionista Marco Lobo e da Zelia Duncan.

Cachoeira do Lázaro e Canto da Primavera

No sábado tomamos café tranquilas e fomos para a Cachoeira do Lázaro, que é na mesma estrada da Cachoeira anterior. Pagamos 35,00 reais para entrar e caminhamos primeiramente na trilha mais longa que dá acesso a Cachoeira do Lázaro e em seguida seguimos para a Cachoeira Santa Maria, que tem uma faixa de areia bem grande e estava parecendo uma praia, com muitas crianças e famílias se divertindo na areia. O poço é mais fundo e tomamos um banho bem refrescante.Centro Histórico Pirenópolis

Ao voltar para a cidade, acabamos almoçando no mesmo restaurante que estava tendo música ao vivo. Depois do almoço voltamos para descansar no hotel e nos preparar para o Canto da Primavera novamente.

Escolhemos outro bar, e tomamos uma cerveja bem gelada. Assistimos ao show do João Bosco e encerramos a noite.

Cachoeira Bonsucesso e centro histórico

Cachoeira Bonsucesso em Pirenópolis

No domingo, tomamos café um pouco mais tarde e decidimos em cima da hora ir para a Cachoeira Bonsucesso, que ficava próxima ao nosso hotel. Chegamos lá por volta das 11 e estava bem cheio. Como São 3 poços para banho, as pessoas se dispersaram e foi tranquilo achar um lugar a sombra e entrar naquela água deliciosamente gelada.

De volta a cidade, achamos um restaurante por quilo, próximo à Praça do Coreto, comida muito boa. No hotel ficamos o resto da tarde na piscina. Quando deu fome, nos arrumamos e fomos bater perna nas lojinhas, e depois paramos em outro restaurante na Rua do Lazer, onde comemos uma Panelinha maravilhosa! E claro, cerveja gelada. 

Voltamos para o hotel e ficamos jogando baralho na beira da piscina,  a luz da lua.

Depois de eu levar uma surra no baralho da minha mãe, fomos dormir para voltar para Goiânia na segunda de manhã.

Foi uma viagem bem descontraída, pudemos aproveitar as cachoeiras e a cidade. 

A cidade é muito acolhedora, com muitas atividades, e está bem conservada, assim IC o as cachoeiras. 

Tivemos um final de semana muito agradável e indicamos Pirenópolis para todas as famílias, casais, amigos e turmas que queiram ir para conhecer, ou já conhecem e querem ir de novo. Sem duvidas uma ótima opção de descanso, aventura ou tour gastronômico, para todos os gostos. 

VemPraPiri e seja feliz!


Os conteúdos e opiniões apresentadas neste post não são de responsabilidade do VemPraPiri.com.br e não representam, necessariamente, as opiniões do site.

Já esteve em Piri? Publique também suas dicas de passeios com a gente. Clique aqui ou nos envie um email para: vemprapiri@gmail.com com textos e fotos. Até a próxima! 🙂