Por:

Pelas ladeiras ou cachoeiras? – Andréa Carmo, maratonista amadora, dá dicas de locais pra corrida em Pirenópolis

Andréa Carmo, 37 anos, é maratonista por amor e sabe que esta atividade alimenta o corpo e a alma, principalmente quando a prática é feita acompanhada por paisagens de tirar o fôlego. E advinha qual é o seu local predileto pra prática das corridas? Acertou na mosca quem apostou em Pirenópolis!

Ela posta com frequência seu perfil no instagram @dea2710 e compartilhou com a gente dicas incríveis para quem queira experimentar Piri através de uma corrida ou caminhada.

Confira:


Correr em “Piri” como carinhosamente chamamos é desafiador!

@dea2017 em um treino na estrada de pirenópolis
@dea2017 Em uma corrida pela estrada de Pirenópolis

Tanto para corredores iniciantes, acostumados com terreno plano, percursos conhecidos, e até fáceis, como para corredores da “velha guarda”, experientes em corridas de rua ou em trilhas!

Bom, o interessante em Piri é que a Cidade recebe muitos atletas amadores e profissionais para treinar. O que possibilita uma variedade de lugares já desbravados para se correr.
Aos que gostam de asfalto, pode pegar a estrada sentido Aeroporto, um percurso com subidas mais curtas mas não tão “duro”, pois não é tão íngreme… por ali se treina 6km fácil (ida e volta saindo do trevo), indo mais que isso começa a dificultar um pouco.

@dea2017 corrida pirenópolis maratona
@dea2017 Marcação após uma corrida

Já saindo da entrada principal da Cidade sentido Fazenda Babilônia, se tem subidas e descidas extensas (até 1 km) com uma altitude significativa! Bem desafiador pra quem gosta de “rodar” uns 10km.

Agora aos amantes de uma trilha, Piri tem um leque de opções de percurso. Um muito tranquilo é a caminho do Santuário Vaga Fogo, com um acesso fácil e bem arborizado, em torno de 8km (ida e volta) saindo ali na Rodoviária da Cidade para a estrada de chão.

Já para quem quer treinar forte, tem o percurso da prova K21, com duas opções de trecho de 13km e 21km, consideradas uma das trilhas mais difíceis da saga k21. Com a recompensa de uma linda paisagem do cerrado, subindo o Morro do Frota passando pela pedreira.

Ah! E não vamos esquecer de algumas trilhas ótimas para manter a resistência e o coração em dia, que são a caminho das cachoeiras, como por exemplo, a Cachoeira dos Dragões com um percurso em torno de 4,5 km cheio de pedras, subidas, descidas e trilha fechada!

Divirta-se e se aventure em Pirenópolis!

@dea2017 Fazenda Babilônia corrida trilha Corrida em Pirenópolis
@dea2017 Correndo sendo Fazenda Babilônia
@dea2017 Em Pirenópolis trilhas por do sol
@dea2017 Voltando das Trilhas das Cachoeiras em Pirenópolis

Veja também:


Os conteúdos e opiniões apresentadas neste post não são de responsabilidade do VemPraPiri.com.br e não representam, necessariamente, as opiniões do site.

Já esteve em Piri? Publique também suas dicas de passeios com a gente. Clique aqui ou nos envie um email para: vemprapiri@gmail.com com textos e fotos.

Até a próxima! 🙂