Por:

Pirenópolis com filhos. Um prato cheio de boas opções.

Conheça Piri através de um roteiro completo criado pra quem quer vir pra Pirenópolis com filhos. Tem dois passeios à cachoeiras e dica de onde comer.

Quer viajar pra Pirenópolis com filhos? O redator publicitário e pai de dois, Danilo Maranhão, compartilhou com a gente sua primeira experiência em Pirenópolis com filhos. Tá recheada de boas dicas pra quem quer ter uma experiência tamanho família em Piri.

Confira!

Pirenópolis com filhos.


Viagem em família é bom. Pode até ser ruim e mesmo assim ainda é bom. Fui há pouco, pela primeira vez com a família cheia – esposa e filhos, fazer um bate-volta em Pirenópolis e mais uma vez me surpreendi positivamente com a cidade. Ela sempre tem algo de bom a nos oferecer.

Não poderei falar aqui sobre locais de hospedagem, pois tenho um casal de amigos que vive lá que sempre me recebem muito bem. Melhor que vários hotéis ou pousadas. Aliás, esse já é um dos charmes da cidade. A receptividade e bom humor de seus moradores é algo encantador.

Pirenópolis com filhos Por: Danilo Maranhão
Pirenópolis com filhos
Por: Danilo Maranhão

Mas acontece que um desses amigos é formado em turismo, e foi, em Piri, guia turístico por um tempo e trabalhou em uma grande pousada por outro tanto de tempo. Assim, recebo dicas privilegiadas sobre os mais diversos locais para se divertir por lá.

Nesta ida, especificamente, fomos visitar a Cachoeira do Abáde. A pequena trilha de acesso se fez divertida para o meu mais velho, de sete anos, e não me custou tanto às costas carregar meu mais novo, de apenas um. O legal da cachoeira é que ela tem um bom espaço onde a água fica bem rasa e não deixa em risco a segurança dos pequenos. Ponto pra cachu.

Pirenopolis go cachoeira abade filhos familia
Pirenópolis com filhos na Cachoeira do Abade
Por: Danilo Maranhão

Para jantarmos a sugestão aderida foi o Feira de Quintal. Um excelente barzinho com música ao vivo, ambiente familiar e que me permitiu conhecer e saborear a famosa cerveja Santa Dica. Ipeiro que sou, degustei a loira mais saborosa da cervejaria ao som de um sambinha de primeira. Ponto pro Boteco.

No dia seguinte, para a boa tarde de churrascão, a escolha – que creio eu não poderia nunca ter sido mais acertada, foi a Cachoeira das Araras. Aquele local é um oásis para quem quer sossego. Aos afoitos, acesso rápido e facilitado, com quase a totalidade do percurso em asfalto. Aos urbanos, estrutura de alvenaria para churrasco com acesso a água encanada e banheiros limpos. Aos pais, um parquinho para a criançada se esbaldar que fica exatamente ao lado das churrasqueiras. Seus pequenos não vão se perder de vista. E aos cautos, a presença fixa de um segurança na cachoeira ajuda a tranquilizar pais, mães e os menos íntimos das águas correntes. Ponto máximo, cesta de três para a Araras.

criança no playground na cachoeira araras em pirenópolis
O pequeno Otávio no playground da Cachoeira Araras
Por: Danilo Maranhão
Churrascando nos ranchos da Cachoeira Araras Por: Danilo Maranhão
Churrascando nos ranchos da Cachoeira Araras
Por: Danilo Maranhão

Foi, ao final de tudo, um excelente programa e fim de semana. Ótimos passeios, excelentes companhias e momentos inesquecíveis. Espero, ansioso, por novas aventuras em Piri na companhia do meu casal pirenopolino favorito e da minha base de lazer e felicidade, minha família.


Os conteúdos e opiniões apresentadas neste post não são de responsabilidade do VemPraPiri.com.br e não representam, necessariamente, as opiniões do site.

Já esteve em Piri? Publique também suas dicas de passeios com a gente. Clique aqui ou nos envie um email para: vemprapiri@gmail.com com textos e fotos.

Até a próxima! 🙂


Veja também:

8 cachoeiras de Pirenópolis que você precisa conhecer